Digite uma palavra ou expressão:

Pesquise por letra:

Letra A Letra B Letra C Letra D Letra E Letra F Letra G Letra H Letra I Letra J Letra K Letra L Letra M
Letra N Letra O Letra P Letra Q Letra R Letra S Letra T Letra U Letra V Letra W Letra X Letra Y Letra Z

Vitamina A (Retinol)

Fonte: CozinhaNet

FUNÇÕES
Favorece a acuidade visual, o crescimento, a integridade de epitélios e mucosas e a formação do esmalte dos doentes; 

CLASSIFICAÇÃO
Lipossolúvel

CARÊNCIA

A carência de Vitamina A acarreta alterações na:

- Visão: nictalopia, hemeralopia, queratomalácia e xeroftalmia (cegueira); 

- Epitélios e mucosas: queratinização, infecções, baixa reação às infecções. Há também, transtornos no crescimento, deficiência na formação dos dentes, etc. 

FONTES ALIMENTARES

Vegetal: aqueles que são fonte de beta caroteno, normalmente de coloração amarela ou laranja. Exemplos: cenoura, frutas maduras, manga, mamão, azeite de dendê, etc.

Animal: gema de ovo, fígado, manteiga, leite integral, queijos gordos, etc.

HIPERVITAMINOSE

Existem duas formas de ingestão excessiva de vitamina A. A primeira, refere-se ao seu precursor (beta caroteno), a segunda à sua forma ativa (retinol).

- Beta caroteno: quando doses maciças deste precursor são ingeridas, não há conversão rápida para retinol em tempo suficiente. Desta forma, ocorre um acúmulo de beta caroteno no plasma provocando alterações na colaboração normal da pele, que se torna amarela, principalmente nas palmas das mãos e plantas dos pés. Esta anormalidade recebe o nome de carotenemia ou hipercarotenemia.

- Retinol: a ingestão excessiva, que ocorre geralmente através de medicamentos, pode resulta em sérios efeitos tóxicos: queratinização da pele e mucosas, cabelos ralos, dores ósseas, dores abdominais, cefaléias, vertigens, etc.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Member Login

Pellentesque adipiscing odio eu neque gravida vehicula. Ut ultricies diam vel est convallis non auctor dui scelerisque. Quisque at erat sem
×