Digite uma palavra ou expressão:

Pesquise por letra:

Letra A Letra B Letra C Letra D Letra E Letra F Letra G Letra H Letra I Letra J Letra K Letra L Letra M
Letra N Letra O Letra P Letra Q Letra R Letra S Letra T Letra U Letra V Letra W Letra X Letra Y Letra Z

Desjejum

Fonte: CozinhaNet

Segundo os mais recentes conhecimentos de nutrição, até nossa personalidade é influenciada pelo que comemos, e isto se expressa em energia, estabilidade emocional, rendimento no trabalho etc. Assim a nutrição está intimamente relacionada ao bem-estar humano.

Percebemos a influência da alimentação quando observamos crianças em idade escolar. Se estão mal alimentadas, seu aproveitamento é mínimo e são, em geral, irritadiças e inquietas. Se estas mesmas crianças forem submetidas a um regime alimentar equilibrado, se verificará uma aparente melhora na sua capacidade mental, ficando assim comprovado que a capacidade mental de uma pessoa é influenciada pela sua dieta. Entre os adultos também se pode notar que, se bem alimentados, produzirão mais.

Na busca pela saúde o ideal é que encontremos na natureza a força dos alimentos. Em um país riquíssimo como o nosso o desafio está em selecionar o que vamos comer. Realizar uma alimentação equilibrada é tarefa árdua onde a correria do dia-a-dia nos impossibilita de termos horários e locais fixos para a realização das refeições. Não tomamos o café da manhã, no almoço “enganamos” o estômago com alguma bobeirinha, à tarde um lanche rápido e à noite, se der, jantamos um pouquinho... Loucuras do cotidiano! 

Porém lembre-se que não se alimentar pela manhã significa começar mal o dia. Alguém, muito acertadamente, afirmou: a primeira refeição ou desjejum deve ser como a de um rei; o almoço como a de um príncipe e o jantar como a de um pobre.

Por que as pessoas têm o costume de omitir o desjejum? Primeiro por hábito. Segundo, por terem comido um farto jantar tarde da noite ou pouco antes de dormir.

Todos os que tomam um bom desjejum (popularmente conhecido como café da manhã), sejam trabalhadores, crianças ou donas de casa, têm mais probabilidade de sucesso durante o dia, pois terão maior eficiência física e mental nas horas matinais.

Quando alguém deixa de fazer a primeira refeição do dia, lá pelas 10:30h começa a sentir nervosismo, ineficiência e irritabilidade, pois, na maioria das vezes, já se passaram mais de 14 horas desde a última refeição, e muitas das reservas corporais foram gastas ou reduzidas por esse longo período de jejum, e precisam ser refeitas.

Passar sem tomar o café da manhã ou realiza-lo de forma inadequada, pode conduzir ao hábito de comer entre as refeições. Além de que quando se come menos do que o necessário no desjejum, o almoço costuma ser mais abundante. O almoço muito abundante produz abatimento e sono no período da tarde. Agora se o seu jantar é muito farto, dá em resultado acúmulo de gordura, pois o alimento ingerido não é utilizado pelo organismo como deveria ser.

Se você não tem o hábito de se alimentar bem pela manhã, comece com pequenas quantidades de alimento, aumentando aos poucos, até chegar ao ideal. Use jantar mais cedo, devendo essa refeição ser leve, o que também irá favorecer o seu sono. Assim, com certeza você terá vontade de comer na manhã seguinte.

Dê preferência de comer pela manhã frutas, sucos, cereais, leite e substitutos e pão, torradas ou biscoitos. E lembre-se: não omita o desjejum! Esta refeição te dará a energia necessária para começar o dia com o “pé direito”. Indivíduos bem alimentados produzem com mais eficiência e sentem-se melhores fisicamente.

Mais nesta categoria: « Desjejum Detergente »

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Member Login

Pellentesque adipiscing odio eu neque gravida vehicula. Ut ultricies diam vel est convallis non auctor dui scelerisque. Quisque at erat sem
×