Digite uma palavra ou expressão:

Pesquise por letra:

Letra A Letra B Letra C Letra D Letra E Letra F Letra G Letra H Letra I Letra J Letra K Letra L Letra M
Letra N Letra O Letra P Letra Q Letra R Letra S Letra T Letra U Letra V Letra W Letra X Letra Y Letra Z

Banana Verde

O que muita gente desconhece é que sua polpa, cozida, tirada do fruto ainda verde, é capaz de aumentar o volume dos pratos, sem alterar o sabor dos alimentos em que é adicionada.

Fonte: CozinhaNet


Aos seus 74 anos, Heloísa de Freitas Valle, criadora da Associação Brasileira de Fomento à Banana Verde (AFBV), mostra que ainda tem muitas metas a atingir. Uma delas é propagar o uso da banana verde como alternativa na diminuição de custos de produção e aumento do valor nutricional dos alimentos. 

Ela também pretende alavancar o agronegócio do País, integrando a cadeia produtor-indústria-consumidor. Além disso, por manter a mesma quantidade de vitaminas e proteínas e aumentar o volume dos alimentos, Heloísa pretende usar a biomassa da banana verde para contribuir com o fim da fome nas comunidades mais carentes do País.

Nascida na cidade de Garça, interior do estado de São Paulo, Heloísa descobriu os benefícios da banana após ter sofrido um assalto em sua fazenda, localizada no Vale do Ribeira, em São Paulo. “Toda a despensa foi levada e não havia nada para comer”, lamenta. Sem saber o que fazer, se lembrou de uma antiga receita que usava peixe e banana verde e preparou uma sopa com a única fruta que encontrou nos arredores – a banana. 

A partir de então, passou a investir em pesquisas e chegou à biomassa, cujo alto teor nutritivo foi comprovado por especialistas da Universidade de São Paulo (USP) e pela Universidade Federal de São Carlos. Hoje ela aproveita tudo que pode da fruta: a polpa, a casca e o coração (flor vermelha que fica em cima do cacho da banana). 

Rica em fósforo, ferro, potássio e vitaminas A, C e B2, a banana é uma das frutas mais nutritivas do planeta. Considerada um dos alimentos básicos mais importantes do mundo, ela representa hoje grande parte da nutrição diária de aproximadamente 400 milhões de pessoas em mais de 100 países. Fonte de potássio e importante mineral, ela atua no equilíbrio de líquidos e sódio no organismo. Se ingerida de forma balanceada, a banana ajudar a evitar problemas como câimbras, depressão e estresse, além de reduzir a incidência de derrame e doenças relacionadas à pressão sanguínea, como a hipertensão. 

O que muita gente desconhece é que sua polpa, cozida, tirada do fruto ainda verde, é capaz de aumentar o volume dos pratos, sem alterar o sabor dos alimentos em que é adicionada. Batizada de “biomassa de banana”, a polpa, descoberta por Heloísa de Freitas Valle, criadora da Associação Brasileira de Fomento à Banana Verde (AFBV), pode ser agregada à maioria das receitas do cotidiano, do café à sobremesa. E não é só a polpa da fruta que pode ser aproveitada. A casca, rica em fibras e proteínas vegetais, também pode ser utilizada para incrementar iguarias como arroz, carne, bolos e pães.

Como Preparar 

O primeiro passo a ser seguido por aqueles que desejam preparar a biomassa é lavar as bananas verdes com casca, usando esponja e água e sabão. Depois da lavagem, é necessário colocar as frutas, ainda com casca, dentro de uma panela de pressão com água fervente e cozinhá-las cobertas com água por 20 minutos. 

A panela deve ficar no fogo somente nos primeiros oito minutos. Após este período, é necessário tirar a panela do fogo e deixar a pressão continuar processando as bananas. É importante deixar o vapor escapar de forma natural, e não forçar o processo abrindo a panela debaixo da torneira, por exemplo. Ao término do cozimento, mantenha as bananas na água quente e vá descascando 
uma a uma aos poucos. 

Descascadas, elas devem ser passadas de imediato em um processador elétrico (que pode ser um liquidificador ou um multiprocessador, por exemplo) até formar uma pasta espessa. 

Esta pasta, batida, é a biomassa bruta da polpa. Se não for usado de imediato, o produto deve ser guardado em geladeira dentro de um saco plástico bem fechado, podendo ser conservado por no máximo oito dias. Se tempo de uso pode se estender em até 4 meses se for guardado no congelador, mas, neste caso, será necessário um eprocessamento da biomassa. 

Outras biomassas podem ser feitas com a casca da fruta (biomassa de fibra) e com toda a fruta – polpa + casca (biomassa integral). Dependendo do prato a ser preparado, estas biomassas podem ser transformadas, com o acréscimo de leite ou água. 

A preparação da biomassa de fibra, feita com a casca da fruta, exige a preparação de uma solução preparada com 1 litro de água e o suco de dois limões. Depois de cozidas, as cascas devem ficar imersas neste líquido por aproximadamente 40 minutos. Após este período, ela pode ser transformada em biomassa – com o auxílio de um processador – ou ser usada como legume ou em pratos como viradinhos e farofas. A seguir, apresentamos algumas receitas que usam a biomassa em seu preparo. Bom apetite.

Indicações e Usos

Por volta de 1634 e 1644 na cidade de Pernambuco durante a ocupação holandesa um medico e naturalista e cientista formado na França Guilherme Piso, ajudou a fixar no imaginário dos Europeus as qualidades afrodisíacas e medicinais da fruta, como também ajuda a curar e previnir males físicos e psicológicos. 

Contendo sua caloria na polpa da fruta, principalmente sob forma de glicose, sacarose, frutose e amido que consumido o corpo transformara em energia, a banana supera algumas frutas como: a pêra, a cereja, o pêssego ou a maça em teor de proteínas e lipídios. 

A banana apresenta propriedades medicinais constantes recomendadas em tratamentos de colite, cálculos biliares, problemas do intestinos e estômagos.

A banana é apreciada nos mais distantes pontos do planeta ocupando o primeiro lugar entre as plantas alimentícias tropicais. Remédio natural, sua polpa é particularmente eficaz nas diarréias infantis graves, sendo recomendada em casos específicos, como: 

Pressão Sangüínea 

A grande quantidade de potássio e pouco sal fazem da banana um alimento ideal o combate a pressão alta, diminuindo a incidência de infartos. Algumas pesquisas diz que comer banana regularmente ajuda a reduzir o risco de ataques cardíacos. Uma banana média, daquelas conhecidas como banana prata fornece 115g com média de um terço das necessidades diárias de potássios. 

Prisão de Ventre 

Rica em fibra, a banana ajuda a restaurar e normalizar a ação do intestino, dispensando o uso de laxantes. 

Câimbras 

Comuns entre os atletas, essas dolorosas contrações espasmódicas dos músculos podem ser atenuadas com bananas, devido a grande quantidade de potássio, que mantém o equilíbrio Hidroeletrolitico do organismo. O magnésio, também presente em elevada porcentagem, que regula o metabolismo, mais conhecido como enzimas. 

Úlcera 

Segundo uma pesquisa na Austrália, a banana tem uma função protetora em si. A banana é capaz de estimular a reprodução das células da parede estomacal, deixando mais grossa e forte, ajudando, desse modo, a frear a formação da úlcera. 

Depressão 

Como as bananas contém tripotofano, um tipo de proteína que o corpo converte em serotonina, proporciona relaxamento, melhorando o humor e o bem estar, auxiliando a minimizar os efeitos do stress, dificultando que a depressão se instale. 

Ressaca 

Uma das maneiras mais fáceis de curar o problema é tomando uma vitamina de banana adoçada com mel que alivia o estômago, enquanto o mel ajuda a elevar o nível de glicose do sangue. 

Tabagismo 

As bananas são recomendadas para as pessoas que estão tentando parar de fumar devido a presença de vitaminas C, A1, B3 E B12, junto com o potássio e o magnésio, ajudam o organismo a recuperar-se dos efeitos da ausência da nicotina. 

Picadas de mosquito e queimaduras 

Deve-se colocar na área afetada a parte inteira de uma casca de banana fresca e em boas condições. Prende-se a casca ao ferimento sem contudo apertá-la, remova o curativo a cada duas ou três horas é surpreendente como ela consegue reduzir o inchaço e a irritação. 

Tensão pré-menstual 

As vitaminas B e C presentes na banana, não regulam o nível de açúcar do sangue, suavizando os sintomas da tensão. A fruta deve ser consumida diariamente nos dez dias que antecedem a menstruação. 

Verrugas 

Fixar um pedaço da parte interna da casca da banana com esparadrapo na verruga e trocar o curativo regularmente. A final de alguns dias a verruga terá sumido. 

Heloísa de Freitas Valle foi indicada ao prêmio 1000 MULHERES PARA O PRÊMIO NOBEL DA PAZ 2005.

Desde a criação do Prêmio Nobel, em 1901, apenas 11 mulheres ganharam o Nobel da Paz. Um número assustadoramente pequeno se olharmos as iniciativas 
femininas em nome do fim dos conflitos, do respeito aos Direitos Humanos, do desarmamento, da proteção à vida, etc. 

Hoje, neste exato momento, milhares de mulheres espalhadas pelo mundo estão arriscando suas vidas em nome do bem comum. Para honrar todos esses caminhos abertos, com muito sacrifício, em direção à Paz nasceu o projeto 
100 mulheres para o Prêmio Nobel da Paz 2005.

Receitas

Hambúrguer de Banana Verde

Ingredientes
10 bananas verdes cozidas com a casca 
350 gramas de carne moída 
3 cubos de caldo de carne 
2 colheres (sopa) de colorau ou urucum moído 
Alho, cebolinha, salsa, cebola e sal a gosto 

Modo de preparo 
Limpe as bananas cozidas com a casca, cortando a ponta e o cabinho.
Moa a carne e as bananas com a casca.
Junte os temperos já moídos. Caso a massa fique muito mole, esprema 
em um pano para tirar o excesso de água.
Coloque a massa para secar em fogo brando, em estufa ou ao sol.
Após processar com fôrma própria de fazer hambúrguer, embale em plásticos próprios e coloque no congelador. 

Rendimento: 20 hambúrgueres de 50 gramas 

Bolo Econômico de Chocolate

Ingredientes
½ xícara de leite de vaca ou de soja quente 
1 xícara de óleo 
2 ovos grandes inteiros 
1 xícara de biomassa de polpa de banana aquecida 
2 ¾ de xícaras de farinha de trigo 
2 xícaras de açúcar 
1 colher (sopa) de fermento em pó químico 
1 ½ xícara de chocolate em pó 

Modo de preparo 
Bata no liquidificador o leite quente com a biomassa de polpa de banana aquecida 
até obter uma massa leve e homogênea.
Acrescente o óleo e os ovos e bata novamente até virar uma mistura fina e reserve.
Misture em uma vasilha a farinha de trigo, o chocolate e o açúcar.
Despeje a mistura do liquidificador sobre os ingredientes secos, misturando bem e batendo em uma batedeira elétrica.
Por último acrescente o fermento em pó químico, só mexendo, sem bater.
Despeje a massa em fôrma untada e enfarinhada.
Asse em forno médio preaquecido.

Dica: Para fazer brownies, no lugar de 2 ¾ xícaras de farinha de trigo, coloque 1 ½ xícara de farinha de trigo. Acrescente 1 colher de café de gengibre ralado e outra de canela em pó. No restante a receita é igual à do bolo econômico. 

Rendimento: 14 porções. 

Arroz brasileira 

Ingredientes
2 xícaras de arroz agulhinha 
1 lata de ervilhas escorridas 
1 lata de milho verde escorrido 
½ kg de casca de banana verde cozida e picada em cubos 
50 gramas de queijo ralado
1 colher (sopa) de margarina, sal a gosto 
cenoura ralada crua (opcional) 

Modo de preparo 
Cozinhe o arroz normalmente e reserve.
Num recipiente refratário, despeje o arroz cozido.
Acrescente o milho e a ervilha escorridos, a casca da banana cozida e picada 
e misture bem Acomode o arroz no recipiente com uma escumadeira e ponha 
pedacinhos de margarina espalhados.
Polvilhe com queijo ralado e leve ao forno para gratinar.

Dica: para enriquecer mais, acrescente cenoura ralada crua ou cozida. 

Rendimento: serve 7 pessoas ou mais. 

Gelatina de morangoban

Ingredientes
1 xícara de biomassa de polpa de banana 
1 caixa de gelatina sabor morango 
2 claras 
¼ lata de leite condensado 

Modo de preparo 
Dissolva a gelatina como o indicado na caixa.
Leve a gelatina quente ao liquidificador e bata junto com o leite condensado e a biomassa de polpa de banana até obter uma massa homogênea rosa.
Bata as claras em neve e misture à gelatina batida.
Coloque essa mistura numa fôrma ou pirex umedecido.
Leve à geladeira até ficar bem firme, de preferência deixando de um dia para o outro.
Para desenformar, mergulhe a base da fôrma em água fervente por 2 minutos. 
Quando sentir que a gelatina soltou da fôrma, desenforme.
Sirva em um prato de borda alta com calda de morango.

Rendimento: 4 a 5 porções.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Member Login

Pellentesque adipiscing odio eu neque gravida vehicula. Ut ultricies diam vel est convallis non auctor dui scelerisque. Quisque at erat sem
×