Digite uma palavra ou expressão:

Pesquise por letra:

Letra A Letra B Letra C Letra D Letra E Letra F Letra G Letra H Letra I Letra J Letra K Letra L Letra M
Letra N Letra O Letra P Letra Q Letra R Letra S Letra T Letra U Letra V Letra W Letra X Letra Y Letra Z

Alcaçuz

Fonte: CozinhaNet

1. NOME CIENTÍFICO: Glycyrrhiza glabra L.

2. NOMES POPULARES

Glicirriza, salsa, regoliz, pau-doce, raiz-doce, alcaçus, alcaçuz-da-europa, alcaçuz-glabro, madeira-doce; deutsches süssholz (alemão), orozus e regalicia (espanhol), licorice (inglês), liquirizia comune (italiano).

3. CONSTITUÍNTES QUÍMICOS

Ácido glicirretínico, ácido glicirrízico, ácido uralênico, amido, cumarinas, enzimas, glicirrizina, glicosídeos, isoliquiritigenina, isoliquiritina, licoricona, liquiritigenina, liquiritina, óleo essencial, sacarídeos, saponinas, taninos, triterpenos.

4. PROPRIEDADES MEDICINAIS

Antiespasmódica, antiinflamatória, antimicrobiana, antioxidante, antitóxica, anti-séptica, antitumoral, aromática, diurética, emoliente, expectorante, laxante, refrescante, tônica.

5. INDICAÇÕES

Abscesso, bronquite, catarro, catarro da bexiga, conjuntivite, dificuldades para urinar, espasmo, estimular a secreção de hormônios pelo córtex adrenal, feridas, furúnculos, gota, inflamação, inflamação bucal, pedra e cálculo, prisão de ventre, resfriado, rouquidão, tosses catarrais, transtornos biliares, tumor, úlceras gástricas, vesícula, vias urinárias.

6. PARTE UTILIZADA: Raízes.

7. CONTRA-INDICAÇÕES / CUIDADOS

Gestantes (mesmo banhos ou massagens), nutrizes, crianças, pessoas anêmicas, hipertensas, com glaucoma, doenças cardíacas, que usam contraceptivos ou fazem reposição hormonal.

8. EFEITOS COLATERAIS: 

O uso interno provoca retenção de líquidos, se prolongado pode causar ainda hipertensão, perda de potássio e retenção de sódio, dores abdominais, dor de cabeça e deficiência respiratória. 

Segundo a literatura consultada não há efeitos colaterais advindos do uso externo.

9. MODO DE USAR:

- Fabricação de loções para limpeza da pele e tratamento de acne;

- Cremes hidratantes: prevenção de rugas e na melhoria da textura da pele;

- Géis e loções de proteção solar;

- Loções e pomadas: abscessos, feridas e úlceras;

- Infusão da raiz: inflamações do ventre e das vias urinárias. Bochechos: inflamações Bucais. Compressa: conjuntivite aguda;

- Pó de raiz: regulador intestinal: 100g de alcaçuz, 20g de erva doce moída em um pouco de água e misturar. Tomar uma colher de sobremesa à noite;

- Decocção de 2 colheres de sopa de raiz moída em 1 litro de água, fervendo por 10 minutos. Tomar 3 vezes ao dia, sem açúcar. Para crianças reduzir a quantidade de erva para 1/3;

- Compressas (uso externo): decocção 6 colheres de sopa de raiz moída em um litro de água;

- Decocção de 200g de alcaçuz em um litro de água Ferver por três minutos. Após meia hora filtrar: bochechos e gargarejos, várias vezes ao dia;

- Decocção de 20g raízes e ramos de alcaçuz, 40g de eucalipto e 10g de segurelha um litro de água. Ferver, por dez minutos. Deixar repousar por meia hora e filtrá-lo: Bochechos e gargarejos freqüentes;

- Decocção de 15g de raízes alcaçuz, 20g de raízes de genciana, 20g de raízes de salsaparrilha, 50g de raízes de bardana, 50g de raízes de gramínea, 150g de raízes de dente-de-leão em três xícaras por dia, de manhã (em jejum), a tarde e antes de deitar: depurativo, eczema:

- Infusão em água morna de uma colher de café da mistura de: 5g de raízes de alcaçuz em pó, 5g de folhas de sene em pó, 3g de sementes de funcho em pó. Deixar repousar por alguns minutos, misturar novamente e beber a noite, antes de deitar: prisão de ventre;

- Vinho medicinal: 120g de raízes de alcaçuz esmagadas, 60g de sementes de anis e 60g de sementes de funcho em um litro de vinho branco. Deixar em infusão por dez dias. Filtrar e tomar seis colheres ao dia e fazer bochechos: mau hálito, tosse; 

- Decocção: ferver por cinco minutos 100g de alcaçuz e 100g hipérico em um litro de água. Deixar repousar por meia hora e filtrar. Tomar uma xícara pela manhã, em jejum, e uma após as refeições principais: úlcera duodenal;

- Bala de alcaçuz: dissolver 500g de alcaçuz em meio litro de água, adicionar 250g de goma Arábia, 150g de açúcar e 50g de gengibre. Ferver até a mistura adquirir a consistência de massa ou pasta. Espalhar sobre uma superfície de mármore untada. Depois de fria, corta-se a massa, fazendo as balas: acalmar tosse e acessos de bronquite;

- Raiz, por decocção: tosse, laringites, afonia, afecções das vias respiratórias, peitoral, emoliente, catarros crônicos, dispnéia, congestão hepática, laxativo, inflamações do ventre e vias urinárias, inflamações da gengiva e da língua, depurativo, eczemas;

- Mastigação da raiz: mau hálito. Ajuda a parar de fumar;

- Cataplasma de raiz seca, reduzida a pó, com um pouco de farinha de trigo: aplicar sobre as partes afetadas: erisipela, para acalmar a dor.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Member Login

Pellentesque adipiscing odio eu neque gravida vehicula. Ut ultricies diam vel est convallis non auctor dui scelerisque. Quisque at erat sem
×