Tendências Do Setor De Alimentação E Bebidas Para 2011

Os especialistas da Tate & Lyle acabam de divulgar as principais tendências mundiais que moldarão o setor de alimentos e bebidas em 2011.

Fonte: Revista Brasil Alimentos

A empresa, fornecedora global de ingredientes, tem por objetivo principal apoiar os fabricantes de alimentos a impulsionar suas marcas, para que atendam às preferências dos consumidores, em constante mudança.

“É parte de um esforço contínuo da Tate & Lyle estar atualizada sobre novas tecnologias e tendências do setor de alimentos e bebidas”, diz Oreste C. Fieschi, Gerente Geral para América Latina, de Ingredientes Especiais para Alimentos, da Tate & Lyle. “Compartilhar esse conhecimento com nossos clientes é nossa missão e visão, já que novas linhas de produtos podem ser lançadas, sempre atendendo à crescente demanda pela saudabilidade”, completa.

Segundo a empresa, dentre as tendências para 2011 estão:

- Menos é mais: De acordo com a empresa de pesquisas Datamonitor, os consumidores estão cada vez mais exigentes quando se trata de revisar o rótulo dos alimentos, dando preferência aos produtos com o mínimo de aditivos possível, além de sempre escolherem ingredientes já conhecidos e estudados. "O conceito saudável mudou a cara dos novos produtos. A tendência do ‘menos é mais’, se acelera e é crucial que os fabricantes entendam o desejo dos consumidores por produtos simples e naturais, tais como as fibras solúveis de milho e a frutose cristalina, ao formular alimentos e bebidas”, diz Dave Tchler, Vice Presidente Global de Marketing, Inovação e Desenvolvimento Comercial, da Tate & Lyle.

 - Pouco açúcar e calorias, muito sabor: Para os consumidores, a importância do sabor é igual à preocupação com a redução das calorias e do açúcar. De acordo com o co-fundador da H3 Global Advisors, Mathew Kaleel, consultor internacional na área de alimentação, os preços do açúcar vão subir em 30 a 40%, nos próximos 12 a 28 meses, levando os preços da commodity a níveis nunca vistos. Levando esses dois fatos em consideração, James Blunt, Vice-Presidente dos Gerentes de Produto para Ingredientes Especiais para Alimentos da Tate & Lyle, explica que os fabricantes podem reduzir a quantidade de açúcar, as calorias e os custos de fabricação, utilizando uma mistura de adoçantes. Um exemplo de produto que pode ser utilizado como substituto é o da própria empresa, o SPLENDA® Sucralose com a sacarose. Os fabricantes também podem usar a Frutose Cristalina KRYSTAR®, um adoçante nutritivo a base de  Frutose Cristalina, com poder de adoçar de 117, em comparação com a sacarose com 100, em uma mistura 50% frutose e 50% sacarose, que proporciona doçura relativa de 128, em uma solução aquosa de 10% de sólidos.

“Ao misturar os ingredientes de forma customizada, com um perfil mais elevado de doçura, o resultado final é um produto com menos açúcar, menos calorias, 100% de sabor e sem o risco de aumentar os custos de produção, que ocorreriam utilizando o açúcar. É uma situação em que todos ganham”, resume Blunt.

- Um produto, vários benefícios: Os ingredientes que enriquecem os alimentos e bebidas agregam valor ao produto. “Em um mercado ultracompetitivo, ter ingredientes saudáveis na prateleira, pode decidir a compra. Por isso é tão importante formular produtos que forneçam, por exemplo, benefício à saúde digestiva, ao mesmo tempo em que reduz o consumo de calorias, e acima de tudo, sem comprometer o sabor”, diz Paul Cornillon, Vice-Presidente da Global de Aplicação de Ingredientes Especiais para Alimentos, da Tate & Lyle, "É também muito importante que os fabricantes tenham em mente a necessidade de comunicar de forma efetiva os benefícios nutricionais dos produtos”, finaliza.

- Alimentos prontos, mais baratos e com mais sabor: As dificuldades econômicas mundiais continuarão a fazer com que os consumidores se preocupem em gastar menos. Para isso, será preciso reduzir as despesas ao comprar alimentos, o que torna imprescindível que sejam fáceis de preparar e com o mesmo sabor de feitos em casa. Com os ingredientes da Tate & Lyle, a capacidade de recriar pratos com aromas audaciosos e criativos ajudará a marca a conquistar os consumidores. De acordo com Ijones Constantino, Diretor de Vendas para América Latina da Tate & Lyle, os fabricantes poderão oferecer uma grande variedade de produtos já prontos, para consumir em casa, com muito mais sabor e qualidade. Os altos custos de produção e distribuição de alimentos com texturas e sabores de alta gastronomia acabavam sendo comercialmente inviáveis, já que não é apenas uma questão de embalar receitas de restaurantes. “A chave para recriar um prato gourmet em casa é incorporar a mistura certa de amidos e estabilizantes de alimentos, que tenham efeito sinérgico com outros ingredientes”, diz Constantino. 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Member Login

Pellentesque adipiscing odio eu neque gravida vehicula. Ut ultricies diam vel est convallis non auctor dui scelerisque. Quisque at erat sem
×