Rússia proibe venda de três vinhos da Califórnia

O órgão estatal de proteção ao consumidor russo suspendeu as vendas de alguns vinhos da Califórnia por supostamente conter um excesso de resíduos de pesticidas.

São eles o Gnarly Head Chardonnay, o Geyser Peak Merlot e o Crane Lake Moscato, segundo a revista inglesa Decanter. Mas muitos jornais e sites, incluindo o Mowcow Times, ligaram a proibição à piora da tensão política entre o país e os Estados Unidos, uma vez que a Rússia tem um histórico de proibir comidas e bebidas importadas de países em que tem problemas políticos.

No começo do mês, oficiais russos questionaram a qualidade de vinhos da Geórgia, dizendo que violavam a regulação de segurança e que não eram inspecionados antes de serem exportados.

O ministro da Agroculcultura da Geórgia respondeu que os vinhos do país seguem padrão rígido da indústria e que passaram por rigorosos testes de laboratório.

Em 2014, a Rússia impediu que 3 mil litros de vinhos fossem vendidos — a maior parte deles produzidos na Bulgária e na Geórgia — porque não passaram em testes de qualidade ou porque foram tinha problemas em seus documentos.

Fonte: Revista Paladar

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Member Login

Pellentesque adipiscing odio eu neque gravida vehicula. Ut ultricies diam vel est convallis non auctor dui scelerisque. Quisque at erat sem
×