Jeffrey Beers leva o design chique-sem-medo ao Renaissance New York Midtown Hotel

O novo hotel digitalmente aprimorado captura a essência de New York City com elementos de design assimétrico, arte local e tecnologia inovadora

A nova propriedade carro-chefe da Renaissance Hotels nos EUA, o Renaissance New York Midtown Hotel, que foi inaugurado em Manhattan no dia 21 de março de 2016, personifica a filosofia global "Fearlessly Chic" ("Chique Sem Medo") de design da marca, assim como a visão "Business Unusual" ("Nada Convencional") para atender o viajante de negócios da Próxima Geração que busca aventura e uma conexão com a vizinhança local em cada viagem de negócios que realiza. O premiado estúdio de design Jeffrey Beers International (JBI) capta a autenticidade e o glamour da cidade através de uma tecnologia inovadora nunca antes aplicada em um hotel de Nova York.

Para trazer o projeto à vida, Beers colaborou com Roger Parent da empresa de tecnologia interdisciplinar Réalisations Inc. Montreal. O primeiro hotel "vivente" de Nova York é composto de sensacionais experiências digitais em constante mudança inspiradas nos setores artístico e de moda do bairro, que são um elemento integral e informativo do projeto. Especificamente concebida para interagir com os visitantes a partir do momento em que entram no hotel, a propriedade possui corredores de ambiente inteligente que respondem ao movimento humano, grupos de elevadores digitalmente aprimorados e um inédito Portal de Descobertas desenvolvido pela Time Out, que apresenta guias hiper-locais em um nicho digital de interface amigável que podem ser acessados com um toque. Um relógio digital LED de quatro andares de altura no topo do edifício também trará o hotel à vida e acrescentará um farol de luz ao horizonte da cidade, para que todos possam aproveitar.

Usando New York City como sua musa, a visão de Beers foi a de capturar a energia do bairro, justapondo componentes assimétricos de design como madeiramento liso e mármore polido contra a textura áspera das paredes de concreto aparente, para criar espaços públicos e apartamentos elegantes. A disparidade intencional de materiais representou algo novo para Beers, conhecido por seu trabalho em propriedades em todo o mundo, como o Fontainebleau de Miami, o db Bistro Moderne de Daniel Boulud em Nova York e Singapura, além do One&Only Ocean Club nas Bahamas, tornando o Renaissance New York Midtown diferente de qualquer outro projeto no qual trabalhou.

"Tendo crescido em Nova York, eu vibro com o ritmo acelerado do estilo de vida daqui. Eu queria que o design deste hotel capturasse a vibração e a energia criativa da cidade, para imergir os visitantes na verdadeira Nova York", disse Beers. "Existem diversos elementos em todo o design que se destinam a proporcionar um momento inesperado de prazer e diversão - inspirado pela filosofia 'look and look again' ('olhe e olhe outra vez') da Renaissance. As obras de arte, por exemplo, de longe poderão parecer pinturas bidimensionais, mas à medida em que os visitantes se aproximem, verão que são na verdade compostas de pinos ou de lápis".

Para integrar plenamente o Garment District local no design do hotel, Beers concebeu um programa de arte baseado em referências literais a esse setor do entorno. Com a ajuda do mercado de arte Indie Walls, Beers encomendou obras originais de artistas contemporâneos como Andre Woolery, cuja peça utiliza vários tamanhos de botões vermelhos de cores personalizadas fixadas a uma tela pintada, para criar um padrão tátil de fluidez abstrata. A artista do Brooklyn Abby Goodman criou uma peça com mais de 50 saltos agulha verdadeiros pintados. Esculturas de metal do artista local de NYC Carlos Mare (também conhecido como "Mare 139"), cujo estilo único de graffiti tridimensional tem sido exibido em galerias de todo o mundo, estão disponíveis nos espaços públicos. Vibrantes colagens fotográficas do fotógrafo urbano Nicolas Ruel são projetadas em painéis de concreto aparente que ladeiam a recepção, retratando várias cenas de New York City.

Elementos surpreendentes de design são encontrados em todo o hotel, de imagens coquete no fundo de cada armário dos apartamentos a inspiradoras citações nos banheiros. Imagens em tamanho real são estampadas nas paredes posteriores das cabines dos elevadores e, cada vez que as portas do elevador se abrem no piso térreo, os hóspedes são brindados com imagens digitais especialmente selecionadas apresentando artistas locais e experiências do bairro. Sincronizados para espelharem a abertura e o fechamento das portas dos elevadores, as telas digitais projetadas estarão em constante evolução, e o hotel estará visualmente diferente em cada visita.

"O viajante de negócios de hoje e, ainda mais importante, o de amanhã, tem um desejo de descoberta e também de viajar", disse Toni Stoeckl, Vice-Presidente de Marcas de Estilo de Vida da Marriott International. "A Jeffrey Beers International abraçou completamente essa ideia, trazendo com perfeição os elementos do Garment District, o icônico epicentro da moda de New York City, para o design de interiores do hotel, salpicando a experiência dos nossos hóspedes com divertidos e inesperados momentos de descoberta durante a sua estada. A tecnologia inteligente orientada por design do Renaissance New York Midtown inspirará os hóspedes a explorar a vizinhança e a descobrir o inesperado a cada momento".

Localizado na Rua 35 entre a Sétima e Oitava Avenidas, o hotel dispõe de 348 apartamentos, incluindo sete suítes executivas e uma Empire Suite. Cada apartamento oferece uma sofisticada paleta neutra, com pops de cor roxa ou cinza na roupa de cama e nos estofados. Com janelas do chão ao teto, os espaçosos apartamentos usam acabamentos claros, maximizam a luz natural e seguem uma estética minimalista. A parede de gradiente de vidro fosco do chuveiro separa o banheiro, todo em mármore italiano branco, da área de dormir.

No sexto andar, os hóspedes encontrarão um elegante Lobby Bar, um Library Lounge, uma cabine clandestina de DJ e um Club Lounge para membros Marriott Rewards Elite e hóspedes preferenciais. O hotel oferece 420 metros quadrados de espaço para reuniões que podem ser separados em salas de reunião menores, com paredes finas de vidro. As janelas do chão ao teto oferecem magníficas vistas da cidade, enquanto citações estilizadas inspiradas em grandes nomes da moda como Coco Chanel e Oscar de la Renta pintadas no concreto aparente da parede dos fundos prestam uma homenagem ao bairro.

O gastropub gourmet Rock and Reilly, no quinto andar, oferece um terraço externo de 740 metros quadrados - uma raridade em Nova York - com teto retrátil, cabanas privadas, assentos confortáveis ??e dois bares plenamente abastecidos.

Para mais informações a respeito do Renaissance New York Midtown Hotel,visite: www.newyorkrenaissance.com

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Member Login

Pellentesque adipiscing odio eu neque gravida vehicula. Ut ultricies diam vel est convallis non auctor dui scelerisque. Quisque at erat sem
×